GameCultura

O Game como forma de cultura....

ENGLISH AS WE SPEAK - See this page in Google English
Tá rolando o I concurso do blog!
Não deixe de participar

17 setembro, 2006

Gamecultura: NOVA FASE

Este não é um post de despedida, mas de evolução.

Após pouco mais de um ano abrindo um espaço de discussão crítica na web, para destacar o interesse do jogador e da sociedade, acima da indústria e do mercado, o sistema de publicação de blog ficou pequeno para o Gamecultura.

Digo o sistema de publicação apenas, pois a cultura blog, geradas pela independência e rede de relacionamentos que apenas a blogosfera podem proporcionar, vão continuar sendo a espinha dorsal de nosso novo espaço de encontro, a Comunidade Gamecultura.

Este novo sistema permitirá que todos os leitores tenham uma expressão e uma interacao muito mais ativa. Todos terão seus blogs, espaco para fotos, recados, mensagens, e até um sistema de organizacao de projetos. Diferente dos sites engessados, que penduram artigos editados, ou mesmo dos blogs, que permitem pouca interação, este novo sistema é muito interativo e complexo. E uma das caracterísitcas dos sistemas complexos é a sua auto-regulacao. Embora todos os memmbros tenham possibilidade se auto-expressar, a própria comunidade, os outros membros, ajudam, aumentam, corrigem, e criticam as idéias e opiniões dos outros membros.

Após 3 meses de implementação, e 2 meses de beta-test, a Comunidade Gamecultura foi inaugurada oficialmente durante as atividades do II Seminário de jogos eletrônicos e educação, dia 11 de setembro de 2006 em Salvador, Bahia.

Em sua inauguração, a Comunidade contava com 100 membros, todos participantes. Os membros não participantes são convidados à se descadastrarem. Não é interesse de ninguém ter uma comunidade inchada, e sim uma comunidade ativa.

E nesse espírito, convido a todos à conhecerem, consultarem e participarem da nova Comunidade Gamecultura. Este blog continuará ativo, mas apenas para pensamentos mais pessoais meus. Desculpem-me o sumiço daqui durante esses 3 últimos meses, estava preparando esse novo espaço. Agora que ele já está funcional, posso voltar a escrever novamente.

Um grande abraco a todos os colaboradores, leitores, clientes, linkadores, colegas e amigos, que ajudaram o Gamecultura a ser atualmente a maior fonte de referência independente de pesquisa em games no Brasil. É um grande passo para um país que está amadurecendo em cultura e política do videogame.

Não deixem de conhecer
Comunidade Gamecultura, em www.gamecultura.com.br

A todos, meu muito obrigado.
Roger Tavares

01 setembro, 2006

Acontece só uma vez por Ano!

Você já ouviu Falar na FPT? Não?
FPT é = Festa do Peão de Tabuleiro!
Quando falei com uma amiga (Paulinha) sobre este evento, ela não parou de rir por alguns segundos.
Ela já ouviu falar da Festa do Peão de Rodeio, mas nunca de Tabuleiro.

Conheci este Evento em 2003, graças a 2 amigos, Winston Petty e Roger Tavares. Me diverti muito neste evento, e desde então venho participando
todo ano! :)

A festa esta em sua 15º versão, e acontece infelizmente só 1 vez por ano.
Este ano levamos 3 amigos, que foram pela 1º vez, incluindo a Paulinha, para conhecer o evento.
E adivinhem...Eles Adoraram :)

Eventos como este deveriam acontecer mais vezes (existem mais umas 3 festas deste tipo), quando estamos lá nos esquecemos do tempo, nos divertimos bastante e voltamos a ser "crianças", sem deixar de ser adultos, por algumas horas.

Isso sem falar no conhecimento adquirido com os Jogos...
Este Ano Jogamos Ticket to Ride (entre outros), onde viajamos com algumas regras por cidades dos Estados Unidos, montando nossas trilhas com trenzinhos.
Foi muito bom... este ano também; jogos legais, e a companhia agradável dos amigos :)
Outro Ponto positivo do evento é a relação interpessoal que acontece...pessoas que nunca se viram e que acabaram de se conhecer, jogam juntas como se se conhecessem há anos!

Vejam mais fotos no site Gamecultura :)
mas só os registrados na comunidade podem ver até mais...
PS_ este evento aconteceu em 26/08/06.
EM TEMPO: A festa voi divulgada na revista Vejinha desta semana.

11 agosto, 2006

Video Report: AGE 2006 - Arena Gamer Experience

Para quem não pode ir na AGE 2006, estes vídeo são só para dar um gostinho.
Confissões com o Luigi
O conceito da AGE, Arena Gamer Experience, foi desenvolvido no Brasil com o conhecimento da especialista alemã Messen Frankfurt, uma gigante no ramo. Entre todas as propostas que a Messen trouxe, nem todas puderam ser realizadas em sua primeira versão, incluindo o conteúdo cultural e social que os games oferecem. A feira ficou então um misto de campeonatos, concursos, comércio, e muita festa. Nunca me diverti tanto em uma feira dessas.

19 julho, 2006


Protesto Online

Direto do StroboMan. Cerca de 10 mil jogadores chineses do multi-player "The Fantasy of the Journey West" realizaram um protesto online de proporções nunca vistas antes. Dentro do escritório do governo, na cidade virtual Jianye, havia um quadro com um sol muito parecido com o da bandeira imperial do Japão, usada pelo exército japonês em 1930, durante a invasão da China.
Como protesto, no dia seguinte ao que se verificou e disseminou a informação, 10.000 avatars foram protestar dentro do escritório do governo, no game. Veja aqui a informação original.

14 julho, 2006

Videogame __ Processadores de informações


Li no caderno cotidiano da Revista kalunga, é isso mesmo que você leu, aquela revista onde encontramos uma lista enorme de produtos como: material escolar, informática,escritório,etc...
Recebemos esta revista em casa e sempre dou uma olhadinha nela.
Uma matéria me interessou muito. Duas psicopedagogas que falam a respeito da afinidade das crianças, quase ainda bebês, com jogos e outros brinquedos eletrônicos. É sintomático hoje em dia.
Muitas crianças mal aprenderam a andar ou a falar e já demonstram habilidades para segurar o Joystick e apertar os controles do videogame.
O videogame se tornou objeto de reflexão, e tem dividido opiniões.
Há quem considere um aliado na formação da criança, há quem não acredite que possa ajudar e até quem seja totalmente contrário, a ponto de proibi-lo. (veja noticia no blog dia 25 de maio_Tom Cruise no gamecultura).
Mas no Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento (CAD), de São Paulo, uma psicopedagoga utiliza jogos eletrônicos em seu trabalho clinico. (Dra. Silvia Amaral de Mello Pinto_coordenadora)
Ela recomenda o uso dos videogames também nas escolas, pois eles, ao provocar uma grande ativação cerebral, são estimuladores da aprendizagem. São processadores de informações.
Dependendo do jogo que a criança joga, ela tem que realizar simulações, traçar estratégias e planejamentos. Há crianças que não conseguem, não sabem, tomar algumas decisões, mais podem aprender a fazer isso por meio de um jogo, seja ele de videogame em console, em computador ou console portátil.
Se por acaso vc's tiverem acesso a revista, vale apena dar uma olhadinha na matéria.
Se não, fica aqui mais uma informação, sobre o fato, de que os videogames podem mesmo estimular o aprendizado :)

Até mais...

03 julho, 2006

Design de Games na Puc

Vejam que legal...

A PUC esta com inscrições abertas até dia 12/07 para o curso Superior de Tecnologia em Design de games :)
O curso é ideal para os interessados em games (jogos eletrônicos para computador) que desejem se tornar desenvolvedores.

Os módulos desenvolvidos para o “Curso Superior em Tecnologia: Design de Games” são quatro: Fundamentos, Teoria e Projeto de Games, Design, Modelagem e Animação de Games,Autoria e Produção de Games...

Uma boa oportunidade...

Saiba mais sobre o curso no:
http://www.pucsp.br/paginas/ensino_pesquisa/cursos/design_de_games/




27 junho, 2006

Jogos levando conhecimento.

Jogo de Tabuleiro no ensino de conceitos de genética.

Neste fim de semana li no jornal da Unesp, que recebemos aqui em casa, uma notícia que para muitos pode não ser novidade. Eu achei a iniciativa muito interessante.
Um jogo de tabuleiro elaborado por um grupo de alunos da pós-graduação em genética foi aplicado em 6 escolas do ensino médio na cidade de Rio Preto, para ensinar aos alunos o funcionamento dos genes. :)
O Jogo é composto por dois kits, cada um com quatro tabuleiros numerados, 130 peças, 30 fichas informativas sobre o conteúdo pedagógico, uma tabela do código genético, três passaportes, além de textos que explicam as características da anemia falciforme que era o tema que os alunos estavam estudando.
No 1º- Tabuleiro revisa conceitos já vistos em aula.
2º- Tabuleiro equipes montam o código genético.
3º - Tabuleiro alunos respondem questões sobre hemoglobina.
4º - Tabuleiro articulação de todos os conceitos vistos.
E ao final do jogo o aluno está pronto para elaborar uma campanha de conscientização sobre detecção precose da doença.
Neste jogo não há vencedores, o aprendizado e conscientização são os prêmios dos alunos.
Mas acredito que logo...logo, os alunos vão acrescentar ao jogo, uma maneira de haver competição onde haja um vencedor. :)

E não para por ai...
Um outro trabalho realizado na rede publica de ensino, em Assis (SP) usando o jogo de RPG como instrumento pedagógico foi muito bem sucedido. O objetivo dos encontros foi verificar como a prática do jogo de RPG na sala de aula, pode estimular a criatividade, a capacidade de relacionamento inter-pessoal e o raciocínio lógico dos estudantes.
E foi constatado que além de estimular a cooperação em grupo, o RPG auxilia no desenvolvimento da espontaneidade e da capacidade de improvisação.
O RPG tem um potencial pedagógico rico, em virtude de seu caráter de produção artística, levando-se principalmente em conta os aspectos emocional e de inter-relação pessoal que o jogo gera entre os participantes.

É muito bom ver que, profissionais de educação e afins, estão cada vez mais abertos aos jogos para levar o conhecimento. :)

25 junho, 2006

Apresentação de Projetos de Ciências da Computação

Acontece 3a feira agora, dia 26/6, a mostra de Projetos de Ciência da Computação no Centro de Convenções do Campus Senac. A apresentação é aberta ao público e empresas interessadas em captar novos talentos.

Serão apresentados os 8 melhores projetos de 2006. O interessante é que quase metade deles é sobre videogames, mesmo em um curso que não é dedicado a esse tema.

Mais informações, como os títulos dos projetos e horários das apresentações, na Comunidade Gamecultura.

19 junho, 2006

II Seminário de Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação: Construindo Novas Trilhas

Vem aí a segunda edição do melhor evento brasileiro de Games e Educação.
O do ano passado foi bem bom mesmo, como você pôde acompanhar aqui mesmo pelo GameCultura, por aqui, aqui, aqui e mais aqui.

Você ainda pode ver o site do evento do ano passado, com os trabalhos publicados.
E ver também o deste ano, com as informações necessárias para se apresentar trabalhos, ou apenas assistir.

O diferencial deste ano é uma mostra de games. Você pode enviar trabalhos para essa mostra também, e ter sua arte apreciada pelo fino da educação em Salvador e adjacências.
Aliás, quem quiser apresentar trabalhos nesse evento, tem até o dia 30 de julho para enviar a o artigo. As instruções estão no website do próprio evento.

Se você é, ou gostaria de ser, da área de educação ou desenvolvimento, não deixe de ir, pois eventos como esse são raros.
A gente se vê por lá.

14 junho, 2006

Jogue, ouça e compre o disco.

Direto do StroboMan. Um joguinho em Flash delicioso de jogar, simples e com uma trilha sonora bem legal. Quer jogar, clica aqui.

Novas tecnologias e política

Esse debate é pra quem é de novas tecnologias, e, portanto, de game também.

Participantes:
Eugênio Trivinho (PUC/SP);
Álvaro Gregório (Anhembi Morumbi e Fundap) e
Lucia Leão (Senac-SP e PUC/SP
Coordenação:
Profª Drª Vera Chaia
Dia 21/jun (quarta-feira) das 14h00 às 18h00
Local: Auditório da COGEAE – Rua João Ramalho, 182 - térreo
Sem taxa de inscrição

Realização:
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política) e Departamento de Política da PUC/SP.

13 junho, 2006

Resident Evil 4

StroboMan urgente! Tem uma turma de garotos que faz performances ao vivo de personagens de games e grava em video. O grupo se chama MEGA64 e desta vez um deles se fantasiou como o mercador do Resident Evil 4. O video vai abaixo:

12 junho, 2006

Yes, nós temos PhD em Videogames!!!

Lembro--me muito bem, e a web não me deixa esquecer, de uma matéria de 2005 da CNN Money com um título muito curioso: What's next: a Ph.D. in video gaming?

A matéria versava sobre como o Video Game atinge um status acadêmico oficial através da doação de uma cadeira na
University of Southern California. Embora eu discorde em vários pontos da tal doação da cadeira, o título me chamou muito a atenção, pela CNN achar esquisito que o videogame, entre tantas outras novas ciências, não pudesse, ou merecesse, galgar um status científico.

Nesse caso, eu tenho uma novidade bastante egocêntrica para a CNN Money: Dia 7/06/2006 na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP, tomou lugar a defesa e a aprovação da minha tese de doutorado em Comunicação e Semiótica, com o objeto de estudo Videogames e Pós-humanidade. Dois temas bastante controversos no âmbito acadêmico.

Uma banca interdisciplinar com a presença de intelectuais nas áreas de literatura, semiótica, comunicação, arquitetura e novas mídias, prestou suas considerações e fez perguntas e correções bastante interessantes sobre o trabalho em questão, aprovando-o ao final com a nota máxima.

Como autor desses 6 longos anos de trabalho sobre esse tema (mestrado mais doutorado), gostaria de agradecer à banca, a todos que me ajudaram criticando ou elogiando o trabalho em seu andamento, e parafrasear o filósofo americano Charles Sanders Peirce, um dos pilares teóricos que me utilizei, quando este recebe uma homenagem por seu trabalho, ao defender a lógica como ciência e não como mera curiosidade (qualquer semelhança aqui não é mera coincidência):
Esta vitória não é minha. É dos videogames.

A tese em breve estará disponibilizada no site GameCultura.

06 junho, 2006

Videogames: brinquedos do pós-humano

Ficou confirmada para 4a feira agora a defesa de doutorado de Roger Tavares, Videogames: brinquedos do pós-humano.

Espero todos por lá. São os videogames invadindo a academia.

DEFESA DO DOUTORADO DO ROGER
============================
A defesa é pública, gratuita, e estão todos convidados
============================
Será no Auditório do COGEAE
Rua João Ramalho, 182 - Perdizes - SP - Tel.: (11) 3670.3300
(essa rua é esquina com
a Cardoso de Almeida próximo à PUC
============================

VIDEOGAMES: BRINQUEDOS DO PÓS-HUMANO
Rogério Junior Correia Tavares (Doutorado)
07.06.2006 - às 14:30 horas

Banca Examinadora:
. Dra. Maria Lucia Santaella Braga (orientadora)
. Dr. Winfried Nöth
. Dr. Ernesto Giovanni Boccara
. Dra. Leda Tenório da Motta
. Dra. Lucia Isaltina Clemente Leão
. Dra. Daniela Kutschat Hanns (suplente)
. Dr. Edson do Prado Pfutzenreuter (suplente)

05 junho, 2006

Videogames, o corpo, e os brinquedos do pós-humano

Este é o vídeo da apresentação do meu trabalho, no I Congresso de Estéticas Tecnológicas.

Para quem não ficou sabendo, e para quem não quis acordar domingo de manhã.

Espero que gostem. Comentários são bem vindos.

UPDATE: O YouTube está bloqueando videos com mais de 10 minutos, embora eu mesmo tenha um de 24 minutos. Como para tipo de conteúdo deles (entretenimento) 10 minutos é mais do que suficiente, já depositei no Google Video. O vídeo está sendo verificado, e em breve estará disponível.

UPDATE 2: O video está ativo, graças ao Google video. Em breve ele estará também no site Gamecultura.



04 junho, 2006

Um game para jogar durante a copa!

Em tempos de copa.
Vamos jogar contra os argentinos.
Por enquanto o placar está mais alto para os hermanos.
Mas nós é que seremos hexa!! Força Brasil!
Pode jogar pelo Brasil ou pela Argentina, você é quem escolhe.
Direto do StroboMan.

03 junho, 2006

Último dia do Festival Universitário de Games

Amanhã, domingo, é o último dia do Festival Universitário de Games e do I Congresso Internacional de Estéticas Tecnológicas.
Para comemorar teremos uma programação toda voltada ao mundo dos games, e com Entrada Grátis.

Segue a programação:
9:00
Horário de abertura da visitação ao Salão de Jogos

9:00-9:45
Conferência sobre games no congresso
Jim Andrews, net artista, Canadá - Literary Games
Marcus Bastos: mediador

10:00-12:00
Mesa-redonda sobre games no congresso
Modelos cognitivos de interação em games

Fabrizzio Poltronieri: mediador
Romero Tori - Game e Interatividade
Roger Tavares - Videogames, o corpo e os brinquedos do pós-humano
Mirna Feitoza - Transmutações do corpo nos games: novas formas de sentir, pensar, conhecer
Renata Gomes - Vivendo o jogo: a construção do espaço-tempo nos games

14h-15h30
Premiação do I Festival Universitário de Games

15:45-17:45
Mesa-redonda sobre games no congresso
Games: interfaces artísticas

Suzette Venturelli: mediadora
Marcos Cuzziol - A estética dos games brasileiros
Marcus Bastos - Jogar ou não jogar: games em questão
Fabrizio Poltronieri - O jogo do parangolé: Relações entre a anti-arte e a estética dos games
Alexandre Braga - Incorporações artísticas no design de games

19:00
Encerramento da visitação ao Salão de Jogos

19:00
Encerramento do I Congresso Internacional de Estéticas Tecnológicas
Lucia Santaella, Priscila Arantes

Toda a programação acontece no Auditório principal da PUC, no seu campus da Marquês de Paranaguá, na Consolação. A exposição dos jogos continua no Laboratório 1 até as 18h de domingo.

01 junho, 2006

Festival Universitário de Games

Acabou de ter início o Festival Universitário de Games da PUC de São Paulo.
Até dia 4 de junho você pode experimentar os 24 videogames selecionados de todo território nacional, todos eles produzidos no âmbito universitário.

A manhã teve início conforme o horário planejado, as 8:45h, com a presença do grupo de pesquisa em Comunicação e Semiótica dos Games, CS:Games, aonde foi divulgada a bomba da manhã:

Neste vestibular de julho, os candidatos já podem se inscrever para o-recém aprovado curso de tecnologia em videogames da PUC-SP!!!

Depois aconteceu a mesa de debates, com representantes da UNEB (Univ. Estadual da Bahia), USP, Anhembi-Morumbi, e PUC-SP, com Lynn Alves, Roseli de Deus Lopes, Delmar Galisi, e Luiz Carlos Petry, respectivamente.

Quem quiser ter uma idéia de como foi, as fotos já estão no FLICKR.

Ou dar uma olhadinha no vídeo de abertura.





Quem quiser ver ao vivo, tem até dia 4, domingo para aparecer por lá. De graça!!!

Mais informações

26 maio, 2006

Futura GAME CITY em Portugal

Um dos melhores games blog portuga, o Último Nível, anunciou hoje a disponibilidade de vagas de emprego com games na cidade de Portoalegre, sua futura GAME CITY.

As contratações devem iniciar em julho próximo, e os alvos são:
- Artistas Conceptuais
- Artistas Visuais
- Desenhadores de Animação 2D
- Modelador/Animador 3D
- Web Designers
- Programadores
    Se você é afins de trabalhar em Portugal (dizem que eles acham os brasileiros bastante criativos), veja mais informações no fórum da Mega Score ou da GameDev-PT.

    Mais informações sobre a APROJE nos seguintes artigos de imprensa:
    PTGamers: "Finalmente Indústria de videojogos em Portugal?"
    Diário de Notícias: "Portalegre quer 'cluster' de produção de jogos electrónicos até 2012"
    G4mers: Entrevista a Paulo Gomes
    Jornal Metro (página 12): “Portalegre quer cidade dos jogos”


    Boa sorte.

    25 maio, 2006

    Tom Cruise no Gamecultura

    Não, o Gamecultura não vai virar um blog de celebridades. Mas essa notícia não podia passar batido por aqui.

    O ator hollywoodiano Tom Cruise baniu de sua casa todos os videogames, como o Xbox, Playstation, jogos de PC e até os portáteis. Foram banidas também as revistas que tratavam desse assunto. De quebra a televisão também foi banida. Segundo o site GameSHOUT, o ator deveria estar tendo problemas com suas crianças, que a partir desta data começam a ter instrução domiciliar através da Igreja da Scientology (Cienciologia?).

    Inexplicavelmente os filmes não foram proibidos.